Whatsapp da Florencanto11 99974-0597
Natal 2019 Imperdível - Lindos buquês de flores Balões Metalizados





Rosas Vermelhas


Floricultura em Pinheiros-São Paulo | Entrega com Frete Grátis


São Paulo é uma cidade muito grande, eclética e bonita.
Não é difícil encontrar flores em Pinheiros, que geralmente são bem coloridas, perfumadas e frescas.
Com seu incrível tamanho, São Paulo celebra o verde e as cores e tem uma grande quantidade de Floriculturas oferecendo sua arte e uma variedade enorme de bouquets e mostrando a nós lindas e até desconhecidas flores.

Entregamos em Pinheiros

Sempre há uma bela floricultura para oferecer o melhor de suas criações nos arredores de seu bairro ou online. Você pode ter uma namorada, parente ou amigo que vive no Brasil, que está comemorando uma ocasião especial, e que você precisa para transmitir uma mensagem de amor a partir do outro lado do globo. Então, nós como floricultura online, fazemos a entrega de flores para São Paulo, por exemplo.
Com sede em São Paulo, a Florencanto vai garantir um incrível bouquet, fresco, cheio de vida, energia e encantamento, o que caracteriza nosso trabalho e as flores do Brasil. Enviar flores para São Paulo e mostrar-lhes que você se importa fica muito mais fácil assim.

Floricultura entrega em Pinheiros - São Paulo

Pinheiros é o bairro mais antigo de São Paulo. Situa-se ao sudoeste da cidade, ao longo do rio Pinheiros. Tem por centro de seu núcleo principal o largo de mesmo nome.Seu nome é devido às grandes extensões de pinheiros nativos(araucária brasilienses) que ali existiam.Teve sua origem no século XVI, quando os indígenas tupis do campo deixaram Piratininga devido a concorrência dos portugueses que lhes ocupavam as terras, e ali estabeleceram uma nova aldeia, onde hoje se situa o largo central do bairro.Posteriormente, novas aldeias foram criadas e algumas fundadas pela providencia do padre José de Anchieta.Algumas delas são: Aldeias de São Miguel, Itaquaquecetuba e Nossa Senhora dos Pinheiros.Os índios lavravam nas aldeias dos padres e dependiam dessas terras para seu sustento. Quem administrava essas terras geralmente eram capitães escolhidos pelos oficiais da Câmara. No decorrer do tempo, alargara - se o domínio territorial dos nativos, porém diante da má administração das aldeias realizada pelos “capitães brancos” (que mais exigiam dos nativos do que lhes davam) as aldeias foram se despovoando, a ponto de 1681 habitarem na aldeia de Pinheiros apenas 16 indivíduos.Somente em 13 de Agosto, quando um índio foi nomeado para tomar conta da aldeia, a população local cresceu. Muitos anos se passaram desde então, e tendo desaparecido a aldeia, ficaram os índios com plena liberdade para morarem onde bem lhes conviessem.No entanto, seus remanescentes viviam na mais profunda miséria, ao redor da igreja.Em Dezembro de 1819 já não existia mais em Pinheiros um único descendente dos antigos tupis; a população dessa aldeia foi várias vezes renovada e algumas vezes foi aniquilada.Somente a partir de 1930 deu - se início à real expansão populacional de Pinheiros, acompanhando o crescimento da capital paulistana.Muitas obras deram grande impulso ao desenvolvimento do bairro, tais como:a sociedade Hípica Paulista, o 'Mercado dos Caipiras', a Cooperativa Agrícola de Cotia ,etc.Além disso, três fatores foram indispensáveis ao progresso do bairro: transportes, luz e água.Assim, não poderia o bairro de Pinheirosdesenvolver-se sem que até lá atingissem os trilhos da Light and Power.Ademais, diante da dificuldade de transporte e a necessidade dos moradores do bairro de se dirigirem ao centro da cidade, o bairro passa a ser atendido por larga frota de auto ônibus pertencentes a grande número de empresas, entre as quais , além da Companhia Municipal de Transportes Coletivos, Empresa Vila Ipojuca, Empresa Auto Aviação Taboão Ltda, etc.Não tão rápida a chegar, como os veículos, a iluminação elétrica das ruas só se efetivou em Pinheiros a 30 de outubro de 1915.Mas foi ele o primeiro bairro na capital de São Paulo, a receber iluminação de gás de mercúrio. à partir daí o desenvolvimento do bairro se deu a passos largos.O comércio se expandiu, abrindo inúmeras vagas de empregos e a urbanização foi acontecendo,muitas vezes sem maiores planejamentos.Floriculturas, padarias, lojas, bares,etc, hoje fazem parte da fotografia deste bairro tão antigo e tão querido de seus moradores.